Luciana Abreu defende-se das acusações de Yannick Djaló e garante que tudo será resolvido em tribunal

http://cdn.controlinveste.pt/storage/DN/2012/big/ng2069891.jpg?type=big&pos=0

Foi ao JN.pt que Luciana Abreu desmentiu as acusações de roubo por parte de Yannick Djaló à sua casa e a cantora garante que tudo será resolvido em tribunal onde «cada qual prove o que diz e responda por isso».

A cantora e atriz desmente a notícia veiculada este sábado pelo CM de que teria partido alguns objetos na casa de Djaló no Penteado, Moita.

 

"Não parti qualquer objeto e desconheço se foi ou não assaltado. Vou pôr o Yannick em tribunal. Estive na casa do Yannick na noite de quinta-feira para trazer alguns objetos meus que o Yannick tinha levado com ele na altura em que ele saiu de casa, nomeadamente a minha mala de viagem Louis Vuitton, joias e um computador portátil".

 

Estas declarações contrariam então as que saíram há uns meses quando se deu a separação do casal:

 

"Pelo menos vem confirmar uma notícia falsa em que fui acusada de lhe ter esvaziado a casa".

 

Vendo mais uma vez o seu nome ser utilizado para vender revistas e jornais com base em mentiras e calúnias daqueles que não gostam dela e que apenas querem fazer, às custas da sua reputação e imagem, dinheiro, a própria conta o que se passou na noite da passada quinta feira - dia 9:

 

"Nessa noite entrei e saí de casa com o próprio Yannick. Se tivesse realmente partido algo, de certeza que ele não me tinha trazido a casa no seu próprio carro. Desde então não o vi mais. O meu dia de ontem [sexta-feira] foi passado com as minhas filhas, em reuniões de trabalho e com os meus advogados".

 

Luciana vai mais longe, e para além de apresentar tais incoerências numa «cena» que em nada tem a ver com a imagem e postura da Estrela da TVI, que ao longo dos anos sempre demonstrou ser uma pessoa séria e com príncipios morais, confrontada com a acusação do ex-companheiro de um assalto à sua casa de solteiro a mesma avança:

 

"Quanto a essas afirmações de que sou suspeita em eventual assalto com o argumento de que o cão não ladrou por me conhecer, essas afirmações são absurdas. Não tenho as chaves dessa casa, nem o Yannick tem das minhas duas casas. A casa do Yannick é visitada por muita gente pelo que o cão está habituado ao movimento".

 

Por fim, mais uma vez a posição de Luciana mantém-se a mesma, a de resolver todos estes casos naquela que acredita ser a instituição certa para tal, e, assim, tentar repôr toda a verdade sobre a sua pessoa, imagem e reputação:

 

 "Não vou fazer mais comentários sendo que este tipo de afirmações caluniosas serão tratadas nos locais próprios para que cada qual prove o que diz e responda por isso".

publicado por Fanny(Luciana Abreu Fan) às 19:38 | link do post | comentar